terça-feira, 23 de novembro de 2010

Marina Silva

Ao ler o livro "Marina - a vida por uma causa", da jornalista Marília de Camargo César, encontrei esta poesia e gostaria de partilhar com todos que acessarem este blog.Vale a pena ler o livro.

"Do arco que empurra a flecha
quero a força que dispara;
da flecha que penetra o alvo
quero a mira que o acerta.

Do alvo mirado
quero o que se fez desejado;
do desejo que busca o alvo
quero o amor por razão.

Só assim não terei armas;
só assim não farei guerras;
e assim fará sentido
meu passar por esta terra.

Sou o arco, sou a flecha;
sou o todo em metades;
sou as partes que se mesclam
nos propósitos enas vontades.

Sou o arco por primeiro;
sou a flecha por segundo;
Sou o arco por primeiro;
sou a flecha por segundo.

Buscai o melhor de mim
e terás o melhor de mim;
darei o melhor de mim
onde precisar o mundo."
Marina Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário